13.10.2016

Não morri… Nossa! Sorte a minha. Certo? As minhas mãos estão tremendo ao pegar na caneta e descrever por alguns instantes o que vier na cabeça. O segundo semestre deste ano por exemplo, é algo que não sei nem explicar o que o fez ser assim. Mas, assim como? Assim tão libertino, descompassado, descompromissado, desajustado… Desconectado.

Talvez, o tempo seja isso mesmo que muitos estejam já falando por aí, algo semelhante aquela famosa rádio pião no trabalho. Bem… Não estou afim de esticar o assunto, nem de segurar vocês com palavras que provavelmente não farão diferença nenhuma na vida de vocês. Afinal, um escritor sem leitor é um escritor morto… Por sorte ou não, um pouco louco.

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s