Conversa Oca [Parte 1]

Eu tento ouvir um diálogo que acontece em outro ambiente da casa. Apenas tento, enquanto por trás da porta estou com os olhos arregalados no buraco da fechadura para atentar-me aos próximos acontecimentos. Seria mais fácil se com esta atitude de alguma forma pudesse ampliar minha audição, mas não consigo. Naquele cenário tradicional familiar, observo os dois adultos cochichando, ela mais eufórica do que ele, o predominante ruído torna a comunicação deles numa leitura labial desenfreada. Sinto-me um deficiente auditivo, porém sem nenhuma habilidade, então apenas vejo… Passos alternados de uma lado ao outro. Eles gesticulam com agressividade. Trocam olhares raivosos. Tensos. A TV está ligada, porém imperceptível. Ela, empurra-o. Ele, avança. Abajur cai. Revide. Ela, arremessa o cinzeiro. Ele, joga ela de encontro com a parede. Ela bate a cabeça e teu corpo vai de encontro ao chão. Ele, afasta. Puxa do cinto atrás das costas uma pistola automática. Em seguida, aponta… Mira e atira. Eu me afasto da porta. Ela, me abraça.

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s