Notas Avulsas – {parte 1}

notasavulsas

O silêncio da caneta. Um colapso para o papel. Juro por Deus que eu não consigo escrever. Cortaram-me os pulsos, somente os pulsos. Pontos que fizeram-me perder as contas. Não houve lágrimas, talvez só pela ausência do tempo. Desisto. Já que ela sempre falou que escrevo muito. Ela? Quem é ela? Paro. Penso. Repenso. Nada mais me inspira a escrever. Culpa sua! Falei na minha fúria. Não! A culpa é somente sua, disse ela. Abaixei minha cabeça. Abracei o ressentimento e quem sabe aquela tal culpa.

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s