Diante de Nossos Olhos

diantedenossosolhosA minha dor é somente minha. Triste como o silêncio, doce penumbra dos meus olhos. Desejamos quase os mesmos estigmas. Abraça-me, por favor, antes da névoa derradeira. Olhai! Rápido. Escrevo de várias formas os ciclos devastadores de nossas almas. Os nossos pesadelos continuam agonizantes. Respire.

Cuspirei palavras incansavelmente, a real vida suja que ignoramos pelas ruas. Todos nós já desejamos eternos momentos de cura. A segunda vinda de Cristo e a ansiedade de nossos corações crentes. É agora chegado o momento e diremos aqui: “O mundo jaz do maligno” – a fé habita num berço de mansidão.

Nem sempre esperamos acertar ou ter a perfeição sob nossas mãos. Escrever é uma arte sem estereótipos, aos poetas designados escritores sem destino. Sigo longe, muito longe quando resolvo escrever os meus anseios. Parei. Antes de continuar e cair em frente ao penhasco do medo.

Resgatei-me pelo amor inocente, aquele sem tempo, espaço e proporção. Contarei os anos como todos os mortais, porém viverei corrigindo-me para não olhar tudo que foi deixado pra trás – o perfume doce encante-me por si só. As flores são belas mesmo já tendo ido à primavera. Os espinhos também são venenosos e somos perfurados quando deixamos de valorizar as boas dádivas.

Vivemos procurando aquilo que já esta perante aos nossos olhos, desejamos além de nossos esforços. Porém, já me optei a viver por viver e isto não é aceitar uma condição inaceitável comparado à morte de nossos laços.

Guardo-me por ti o prazer, o olhar e o calor de nossos corpos. A hesitação de nossas mentes, o suspiro entre os nossos beijos. Caminharemos pela escuridão que habita entre a reluzente luz do quarto. Seremos brevemente apenas um nome, um número para o estado, certidões, declarações, comprovações desnecessárias para a inexplicável causa de nossa existência e alimentação de nosso ego.

Um comentário sobre “Diante de Nossos Olhos

  1. Muito bom o que li, tendo colocado em cada palavra todo carinho e amor do mundo. Gostei mesmo!
    Este trecho em especial me chamou a atenção, vejo com um fragmento da realidade em que vivemos hoje em dia; “Vivemos procurando aquilo que já esta perante aos nossos olhos, desejamos além de nossos esforços.”
    Um abraço.

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s