Talvez eu seja de outro planeta

 

outro planeta

“De louco todo mundo tem um pouco” – já dizia o velho ditado. E se você for de outro planeta, já pensou nisso? Bom, eu realmente já e não é algo tão estranho de ser pensado, justamente por vivermos sempre questionando tudo o que sentimos e até mesmo sobre a eterna indignação de nossa existência no planeta terra. Certamente, as nossas crenças têm uma enorme influência como também aquilo que passamos a acreditar ou desacreditar futuramente nesta breve vida. O certo ou errado, anjos ou demônios, Deus ou Lúcifer, céu ou inferno, são questões que durantes milhões de séculos vêm deixando muitas pessoas de ponta cabeça. Agora, se for pensar em alienígenas, extraterrestres as coisas irão ficar mais graves do que possamos imaginar e claro, iremos brevemente culpar o setor cinematográfico e quebrar o pau com a Hollywood.

Agora, vamos ir um pouco mais além, talvez possamos analisar os nossos comportamentos já que todos nós temos um amigo mais lunático, uma namorada ou esposa estranha que acorda com um olhar se serial killer antes de dizer bom dia. Para aqueles que ainda moram com os pais fala sério, eles são estranhos o bastante principalmente quando eles mantêm aquela postura de estarem sempre corretos e de serem os donos de toda a verdade do mundo. Realmente, alguns anos a mais de experiência na terra deixam as pessoas com a sensação de semideuses. Uma prova disto observe com atenção nossos avós são extremamente estranhos, cansados, tão cansados que nem chegam a suportar um ao outro e ainda tem aqueles que fingem estaremos surdos, cegos, loucos e que quando alguns desses sintomas são realmente verdadeiros não chegamos a acreditar em nossos queridos velhinhos rabugentos, danados que retornam a virar criança do nada.

E os nossos animais de estimação, eles também se tornaram suspeitos já que cada um deles costuma ter um hábito evoluído dependendo do dono, não irei entrar em maiores detalhes, pois não existe ao certo um limite definido para esta situação, provavelmente algo não terá nem pé e cabeça – aí sim, teremos algo de outro planeta.

Enquanto isso sabe lá, já estou ficando perdido, exausto, ocioso em pensar como tudo vai acabar talvez eu esteja com medo, não muito, mas devo ter algum que eu não lembro especificamente agora. E se for tudo isso uma grande armadilha, mentira para comprovar a minha alta normalidade perante vocês ou até mesmo afirmar que nada é tão irrelevante de se pensar ou achar-se de outro planeta mesmo tudo a nossa volta mudando constantemente em uma alta velocidade.

***

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s