Feridos pelo amor

O amor que não pede licença para invadir a nossa alma é o seio da nossa existência. A poesia bruta de nossos olhos é o que nos torna vulneráveis a danos. Humanos, tolos, já enterramos os nossos crânios.   Já fomos crucificados por amor e traídos por um beijo. Convivemos cometendo os mesmos erros sem … Continue lendo Feridos pelo amor