03:40

O tempo cerca-me e determina

Cronometrado já está minha vida

Centraliza-me e joga-me ao atraso de mais um dia.

 

Passaram-se segundos, minutos e nem vi os milésimos.

Percebi apenas as horas que gastei, desperdice.

Lutando contra o tempo, o sono que me consome.

 

Tudo ao meu redor parece estar com fome.

Insaciáveis andarilhos que passam a revirar lixos.

Observar a nudez da honra e da humildade gera vergonha.

 

Cadê a minha vida normal?

Além daquela de apenas sobrevivência.

Aniquiladora de sonhos.

 

Gostaria de agora poder apenas ter um poço.

Lá iria jogar todas as minhas frustrações

Principalmente as que surgem três  e quarenta da manhã.

 

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s