Andarilhos

O frio que rasga a cara.
A cara que não se abala.
Pelo olhar de rejeição.
Afeição dura, rígida.
Pelos longos sofrimentos da vida.
Sem ira, vaidades e beleza que nos agrade.
Miseráveis, pelo destino conturbado.
Julgados e condenados pelos seus pecados.
E já disseram que todos nós somos culpados.
Pelas lágrimas que não caem.
Ignorância e pessoas que nos traem.

Andarilhos nos tornamos e não foi pelo amor do Pai.

 

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s