Girassol

Quero um girassol em meio à sala. Saía.

Pela porta e grite. Amarelo!

Quero ouvir uma boa música e rir com alguma piada. Caía.

E morra de rir até mesmo se ela não tiver graça.

Pois ela foi contada de graça por alguém que viu nela alguma graça.

 

Quero um lenço sob a cama. Chore.

Pelo amor, pela dor, ou seja, lá o que for, mas, por favor, não perca o amor.

Tente mesmo sabendo que é difícil esquecer o rancor. Olhe!

Para todos os lados e procure todas as cores, valores e imagine-se livre.

E corra por todas as ruas, avenidas e até mesmo pelos becos.

 

Quero uma nova vida. Sim.

Como você quer, mas sem ganância e ostentações.

Apenas com mais tempo. O precioso tempo.

Que vive se escondendo quando precisamos dele com urgência.

Desperdício.

 

E não me apego à negatividade, a maldade e todos aqueles sentimentos vorazes que participam dos meus textos como mestres de artes marciais.

Preparados!

Para interromper nossas vidas, mágicos de picadeiro.

Ilusionista.

 Quero um girassol, uma boa música e tempo para aproveitar a vida.

 

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s