Sem Sorriso

Dedicado a Chico Anysio

Não quero acreditar

Que foi assim, tão de repente a sua ida

Não faz assim, por favor, Chico.

Não quero acreditar, sem antes deixar de lembrar

Daqueles seus enigmas, seus espelhos que ganharam vida.

Personagens, inspiradores da alegria.

Que grande magia

Ironia, eu falar de você somente agora que todos nós sentimos a sua partida.

Não faz assim, por favor, Mestre.

Sem querer deixar o último sorriso

Olhar sincero e palavras humildes

O seu sentimento de que tudo valeu apena.

Que pena!

Ter que agora aprender a última lição deixada por ti

Que o humor também tem os seus momentos de tristeza.

Frieza

Luto

Saudades

Não faz assim, por favor, Chico Anysio.

Vamos lá, deixe um comentário ; )

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s